skip to main content

São Paulo alguns impactos sócio-econômicos da mundialização do capitalismo sobre uma metrópole periférica - o Vetor Sudoeste como um estudo de caso

Wagner Iglecias Maria Célia Pinheiro Machado Paoli

1999

Localização: EACH - Esc. Artes, Ciências e Humanidades    (t307.76 I24s ) e outros locais(Acessar)

  • Título:
    São Paulo alguns impactos sócio-econômicos da mundialização do capitalismo sobre uma metrópole periférica - o Vetor Sudoeste como um estudo de caso
  • Autor: Wagner Iglecias
  • Maria Célia Pinheiro Machado Paoli
  • Assuntos: SOCIOLOGIA -- BRASIL; SOCIOLOGIA URBANA; MERCADO DE TRABALHO; POBREZA (SOCIOLOGIA); ÁREAS METROPOLITANAS
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: O objetivo desta dissertação é analisar alguns novos arranjos de sociabilidade presentes na metrópole de São Paulo a partir do início da década de noventa, utilizando como recorte a região sudoeste do município de São Paulo, na qual vem se formando um novíssimo distrito de gestão de negócios, caracterizado pela concentração crescente das sedes brasileiras de corporações transnacionais do setor terciário avançado. De fato, São Paulo é hoje o mais importante pólo de conexão da economia brasileira com os fluxos globais de capital. A particularidade da região sudoeste da capital paulista situa-se na presença, naquele espaço, de contingentes sócio-econômicos extremamente díspares, como os setores globalizados do mercado de trabalho, empregados nas corporações e responsáveis por negócios internacionais de milhões de dólares, e uma enorme população residente, bastante pauperizada, cuja presença na região é antiga, e cujos membros vem sendo paulatinamente excluídos do mercado de trabalho e da economia formal. Esta disposição sócio-espacial tão contrastante configura em São Paulo uma espécie de repolarização urbana entre contingentes sociais cada vez mais conectados à economia global e contingentes sociais reduzidos às mazelas da marginalidade econômica. O antigo dilema da modernização brasileira, pouco includente desde sempre, agora é exponenciado pelos novos padrões de desigualdade sócio-econômica típicos da globalização e presentes sobretudo nas mais importantes
    metrópoles do mundo, que cada vez mais funcionam como pólos de expansão e conexão global da economia capitalista. Assim como no processo de industrialização e de urbanização do país, o atual processo de internacionalização da economia brasileira ocorre deixando ao largo das estruturas de mercado e dos direitos da cidadania uma significativa parcela da população, caracterizando uma dinâmica de reposição das desigualdades no seio da sociedade brasileira. ) O estudo de caso abordado no presente trabalho, referente ao Vetor Sudoeste da cidade de São Paulo, é emblemático neste sentido. Os objetivos centrais do presente trabalho são, portanto: a) compreender os traços principais da sociabilidade desenvolvida pelos gestores das empresas localizadas na região sudoeste da cidade - entre si, com o ambiente externo e com os seus pares alocados em outras cidades do mundo; b) compreender os traços principais da sociabilidade desenvolvida pelos moradores das favelas da região com o ambiente externo, num momento de grandes dificuldades para a permanência destes indivíduos no mercado formal de trabalho; e c) compreender as relações de sociabilidade entre os dois contingentes supra citados
  • Data de criação/publicação: 1999
  • Formato: 174 p. anexos.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.