skip to main content

PREHISTORICAL Pediculus humanus capitis INFESTATION: QUANTITATIVE DATA AND LOW VACUUM SCANNING MICROSCOPY; Infestação pré-histórica por Pediculus humanus capitis: análise quantitativa e por microscopia de varredura de baixo vácuo

Dutra, Juliana M.F.; Alves, Arthur Daniel; Pessanha, Thaila; Rachid, Rachel; Souza, Wanderley De; Linardi, Pedro Marcos; Ferreira, Luiz Fernando; Souza, Sheila Mendonca De; Araujo, Adauto

Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo; v. 56, n. 2 (2014); 115-119

Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo 2014-04-01

Acesso online

  • Título:
    PREHISTORICAL Pediculus humanus capitis INFESTATION: QUANTITATIVE DATA AND LOW VACUUM SCANNING MICROSCOPY; Infestação pré-histórica por Pediculus humanus capitis: análise quantitativa e por microscopia de varredura de baixo vácuo
  • Autor: Dutra, Juliana M.F.; Alves, Arthur Daniel; Pessanha, Thaila; Rachid, Rachel; Souza, Wanderley De; Linardi, Pedro Marcos; Ferreira, Luiz Fernando; Souza, Sheila Mendonca De; Araujo, Adauto
  • É parte de: Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo; v. 56, n. 2 (2014); 115-119
  • Descrição: A pre-Columbian Peruvian scalp was examined decades ago by a researcher from the Oswaldo Cruz Foundation. Professor Olympio da Fonseca Filho described nits and adult lice attached to hair shafts and commented about the origin of head lice infestations on mankind. This same scalp was sent to our laboratory and is the subject of the present paper. Analysis showed a massive infestation with nine eggs/cm2 and an impressive number of very well preserved adult lice. The infestation age was roughly estimated as nine months before death based on the distance of nits from the hair root and the medium rate of hair growth. A small traditional textile was associated with the scalp, possibly part of the funerary belongings. Other morphological aspects visualized by low-vacuum scanning electron microscopy are also presented here for adults and nits.
    Há décadas um escalpo peruano, datado do período pré-colombiano, foi examinado por um pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz. O Professor Olympio da Fonseca Filho descreveu lêndeas e adultos fixos a fios de cabelos e fez comentários sobre a origem da infecção por piolhos na espécie humana. Este mesmo escalpo foi enviado ao nosso laboratório e é objeto deste artigo. Sua análise mostrou maciça infestação, com nove lêndeas/cm2 em impressionante número de adultos muito bem preservados. O tempo de infestação foi estimado em cerca de nove meses antes da morte, baseado na maior distância entre lêndeas e o couro cabeludo, levando em consideração taxa média de crescimento capilar de 1 cm por mês. Um pequeno pedaço de tecido tradicional peruano foi encontrado associado ao escalpo, provavelmente pertencente ao conjunto de peças usado no ritual funerário. Aqui, apresentamos alguns aspectos morfológicos de adultos e lêndeas vizualizados por microscopia eletrônica de varredura de baixo vácuo.
  • Títulos relacionados: https://www.revistas.usp.br/rimtsp/article/view/78710/82762
  • Editor: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
  • Data de publicação: 2014-04-01
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Inglês

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.