skip to main content

Tigela, café e xícara: diversidade formal e dinâmicas de consumo na produção das louças brancas da cidade de São Paulo no começo do século XX; Bowl, coffee and cup: morphlogical variability and dynamics of consumption and production of refined earthenwares at early 20th century São Paulo

Souza, Rafael De Abreu E

Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material; v. 20, n. 2 (2012); 011-051

Universidade de São Paulo. Museu Paulista 2012-12-01

Acesso online

  • Título:
    Tigela, café e xícara: diversidade formal e dinâmicas de consumo na produção das louças brancas da cidade de São Paulo no começo do século XX; Bowl, coffee and cup: morphlogical variability and dynamics of consumption and production of refined earthenwares at early 20th century São Paulo
  • Autor: Souza, Rafael De Abreu E
  • Assuntos: Arqueologia Histórica; Faiança Fina; Louças; Fábricas; São Paulo; Historical Archaeology; Refined Earthenware; Factories; São Paulo
  • É parte de: Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material; v. 20, n. 2 (2012); 011-051
  • Descrição: This article aims to present ideas about the forms and volumes of the refined earthenwares produced, and consumed, in São Paulo city, during 1913 and 1937. For such, we analyze the Petybon archaeological collection, recovered from an urban archaeological site at the neighborhood of Lapa, Água Branca/Vila Romana region. We assume that the diversity of the refined earthenwares forms dialogue with the modernity projects thought to São Paulo, and the consumers demand whose many cultural practices had influenced the ceramic production by the Santa Catharina Pottery Factory and Matarazzo Factories United Industries.
    Este artigo apresenta algumas reflexões em torno das formas e volumes das louças em faiança fina produzidas, e consumidas, na cidade de São Paulo, durante o período de 1913 e 1937, relacionando-as a alguns hábitos levados a cabo na Paulicéia, como o crescente costume do "cafezinho". Para tal, parte-se das análises do acervo gerado pelo resgate do sítio arqueológico Petybon, localizado na zona metropolitana da cidade, no bairro da Lapa, região da Água Branca/Vila Romana. Aponta-se que a diversidade de formas das louças dialoga com os projetos de modernidade pensados para São Paulo e as demandas dos consumidores cujas diversas práticas culturais influenciaram na produção das faianças finas pela Fábrica de Louças Santa Catharina e Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo.
  • DOI: 10.1590/S0101-47142012000200002
  • Títulos relacionados: https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/53556/57520
  • Editor: Universidade de São Paulo. Museu Paulista
  • Data de publicação: 2012-12-01
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.