skip to main content

Sewers, reports, and archaeology: doing ethnography on environmental licensing processes for basic sanitation; Esgotos, relatórios e arqueologia: etnografando processos de licenciamento ambiental para o saneamento básico

Wittmann, Marcus Antonio Schfino

Cadernos de Campo (São Paulo, 1991); v. 26, n. 1 (2017); 150-167

Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas 2018-06-19

Acesso online

  • Título:
    Sewers, reports, and archaeology: doing ethnography on environmental licensing processes for basic sanitation; Esgotos, relatórios e arqueologia: etnografando processos de licenciamento ambiental para o saneamento básico
  • Autor: Wittmann, Marcus Antonio Schfino
  • Assuntos: Anthropology; Social Anthropology; Infrastructure; Reports; Bureaucracy; Environmental Licensing; Archaeology; Antropologia; Arqueologia; Etnografia; Infraestrutura; Relatórios; Burocracia; Licenciamento Ambiental; Arqueologia
  • É parte de: Cadernos de Campo (São Paulo, 1991); v. 26, n. 1 (2017); 150-167
  • Descrição: O saneamento básico, direito universal previsto por lei, não é constituído apenas de canos, estações de tratamento, medidores, válvulas dentre outras partes materiais. Essa infraestrutura é também um terreno político, onde diferentes interesses, agentes, documentos, burocracias e saberes científicos estão emaranhados. O objetivo deste artigo é pensar a relação entre infraestrutura, no caso o saneamento básico voltado para tratamento de esgoto, e o fazer científico. Analisaremos processos referentes às pesquisas arqueológicas para o licenciamento ambiental desse tipo de empreendimento mostrando como as diferentes esferas estatais, trâmites burocráticos, preocupações e interesses variados influenciam e são influenciados por esse jogo entre infraestrutura e ciência.
    Basic sanitation, universal right provided by law, is not constituted only by pipes, treatment stations, meters, valves and other material parts. This infrastructure is also a political terrain where different interests, agents, documents, bureaucracies, and scientific knowledge are entangled. The objective of this article is to think the relation between infrastructure, in this case basic sanitation for sewage treatment, and the scientific practice. I will analyze process related to archaeological researches for the environmental licensing for this kind of enterprise, showing how the different state spheres, bureaucratic procedures, and various concerns and interests influence and are influenced by this game between infrastructure and science
  • Títulos relacionados: https://www.revistas.usp.br/cadernosdecampo/article/view/129313/140844
  • Editor: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
  • Data de publicação: 2018-06-19
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.