skip to main content

Terra de índio x terra de branco: presença indígena e apropriação de terras em Guarulhos, sécs. XVII-XIX; Indians land x white man’s land: indigenous presence and land appropriation in Guarulhos,16th -18th centuries.

Miranda, Márcia Eckert Fapesp/Condephaat/Sec; Fapesp/Condephaat/Sec

Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia; n. 26 (2016); 62-83

Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia 2016-08-13

Acesso online

  • Título:
    Terra de índio x terra de branco: presença indígena e apropriação de terras em Guarulhos, sécs. XVII-XIX; Indians land x white man’s land: indigenous presence and land appropriation in Guarulhos,16th -18th centuries.
  • Autor: Miranda, Márcia Eckert
  • Fapesp/Condephaat/Sec; Fapesp/Condephaat/Sec
  • Assuntos: Arqueologia; Arqueologia Histórica; Guarulhos; História; Indígenas; Questão Agrária; Archaeology; Historical Archaeology; Agrarian Issue; Guarulhos; History; Indigenous
  • É parte de: Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia; n. 26 (2016); 62-83
  • Descrição: The paper discusses the transformation of Guarulhos’ territory andsociety, by analyzing the process of land appropriation of the original settlement,for the trajectory of land appropriation in Guarulhos is also the story of the processof land confiscation of the Our Lady of Conception settlement, factor anda consequence of the progressive reduction of the indigenous population. Theanalyzed documentary sources – the “Land Records of the São Paulo Province”series, produced in compliance with Law n. 601 of March 18, 1850, and the FirstBook of aforamentos (fueros) of Guarulhos. These, along with the analysis of thelegislation, allowed for the process of land appropriation by the guarulhense eliteto be traced as a result of the progressive confiscation of the old settlement landsthroughout the nineteenth century.
    O texto discute a transformação da sociedade e do território guarulhenses,através da análise do processo de apropriação privada das terras doaldeamento original, pois a trajetória da apropriação de terras em Guarulhos étambém a história do processo de desamortização das terras aldeamento de NossaSenhora da Conceição, fator e consequência da redução progressiva da populaçãoindígena. As fontes documentais analisadas – a série “Registros de Terras daProvíncia de São Paulo”, produzida em obediência à Lei n. 601, de 18 de marçode 1850, e o Livro Primeiro de Aforamentos de Guarulhos. Essas, ao lado daanálise da legislação, permitiram traçar o processo de apropriação de terras pelaelite guarulhense como uma consequência da progressiva desamortização dasterras do antigo aldeamento ao longo do século XIX.
  • DOI: 10.11606/issn.2448-1750.revmae.2016.119012
  • Títulos relacionados: https://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/119012/116402
  • Editor: Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia
  • Data de publicação: 2016-08-13
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.