skip to main content

Maloqueiros e seus palácios de barro: o cotidiano doméstico na Casa Bandeirista

Zanettini, Paulo Eduardo

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Museu de Arqueologia e Etnologia 2006-03-22

Acesso online

  • Título:
    Maloqueiros e seus palácios de barro: o cotidiano doméstico na Casa Bandeirista
  • Autor: Zanettini, Paulo Eduardo
  • Orientador: Andreatta, Margarida Davina
  • Assuntos: Arqueologia Da Arquitetura; Arqueologia Histórica; Casas Bandeiristas; Cerâmica Neo-Brasileira; São Paulo Colonial; Archaeology Of Architecture; Neo-Brazilian Tradition; Historical Archaeology; Colonial São Paulo; ‘bandeirista’ Houses
  • Descrição: As Casas Bandeiristas, sedes de fazendas construídas ao redor da vila de Piratininga no decorrer dos séculos XVII e XVIII, são reexaminadas pela óptica da Arqueologia. A partir da análise de componentes construtivos e materiais arqueológicos exumados nessas edificações, são rediscutidas posições há muito consolidadas na produção historiográfica sobre a dinâmica socioeconômica da São Paulo colonial. Propõem-se novas funções e significações para a casa, considerada como componente ativo na conformação e consolidação do espaço colonial mercantil ao longo do vale do Tietê. O estudo da cerâmica de produção local/regional traz de volta à história personagens esquecidos nas demais fontes documentais, contribuindo para a compreensão da inserção dos homens livres no seio da ordem escravocrata. Do alpendre da Casa Bandeirista, divisa-se a aldeia global com sua complexidade e dinâmica próprias, em ritmo e compasso com o processo de mundialização em curso. Por fim, busca-se vislumbrar a reinserção e aproveitamento desses bens enquanto monumentos de alta relevância para a história da metrópole.
  • DOI: 10.11606/T.71.2006.tde-04082006-170833
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Museu de Arqueologia e Etnologia
  • Data de publicação: 2006-03-22
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.