skip to main content

Opções de adaptação às mudanças do clima para a bacia do rio Aricanduva

Silva, Gustavo Costa Moreira Da

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas 2010-10-01

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Opções de adaptação às mudanças do clima para a bacia do rio Aricanduva
  • Autor: Silva, Gustavo Costa Moreira Da
  • Orientador: Silva, Maria Elisa Siqueira
  • Assuntos: Adaptação; Bacia Do Aricanduva; Mudanças Climáticas; Vulnerabilidade; Adaptation; Aricanduva Water Basin; Climate Change; Vulnerability
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: Como as mudanças climáticas globais vêm ocorrendo de maneira acelerada, o agravamento dos problemas característicos de regiões com grande concentração de população só tende a aumentar. Este estudo tem como objetivos secundários, a avaliação das principais vulnerabilidades existentes na Bacia Hidrológica do Rio Aricanduva e, que se agravarão com as mudanças climáticas, principalmente com respeito aos recursos hídricos, saúde humana e desastres naturais, através de avaliação interdisciplinar, envolvendo as questões sociais e ambientais que interagem na dinâmica das regiões urbanas brasileiras, chegando ao objetivo principal que é identificar as opções de adaptação em função da vulnerabilidade, propondo assim, ações privadas e políticas públicas, sem negligenciar as importantes interações entre as opções de adaptação e a mitigação. Para chegar ao resultado final foram analisadas as projeções climáticas pra o Século XXI através de cinco modelos regionais para três cenários de emissões, sendo eles, o A2 (altas emissões), o B2 (baixas emissões) e o A1B (estabilização das emissões), assim como os dados climatológicos da cidade e da área da bacia para se determinar a evolução do clima. Após essas análises o objetivo foi de identificar os impactos que a região da bacia sofrer em relação às essas mudanças no clima. Para se identificar as atuais vulnerabilidades foram coletados dados socioeconômicos e ambientais, sendo dados brutos e georreferenciados que serão cruzados e identificados em gráficos, tabelas e mapas. Identificadas as áreas e setores vulneráveis da Bacia do Aricanduva, será possível analisar e expor as opções de adaptação, propondo assim, ações privadas e políticas públicas de acordo com os impactos das mudanças climáticas que agravarão essas vulnerabilidades.
  • DOI: 10.11606/D.8.2010.tde-25102010-162051
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
  • Data de publicação: 2010-10-01
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.