skip to main content
Tipo de recurso Mostra resultados com: Mostra resultados com: Índice

Reconstituição da dieta e dos padrões de subsistência das populações pré-históricas de caçadores-coletores do Brasil Central através da ecologia isotópica

Hermenegildo, Tiago

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Ecologia de Agroecossistemas 2009-08-25

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Reconstituição da dieta e dos padrões de subsistência das populações pré-históricas de caçadores-coletores do Brasil Central através da ecologia isotópica
  • Autor: Hermenegildo, Tiago
  • Orientador: Camargo, Plinio Barbosa de
  • Assuntos: Arqueologia; Caçadores E Coletores; Dieta; Paleoambientes; Isótopos Estáveis; Archaeology; Paleoenvironment; Hunters And Gatherers; Diet; Stable Isotopes
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Notas Locais: Programa Interunidades em Ecologia de Agroecossistemas ESALQ/CENA
  • Descrição: As pesquisas em ecologia isotópica aplicadas à arqueologia têm se desenvolvido amplamente nas últimas duas décadas em todo o mundo, porém poucos trabalhos direcionados unicamente para essa área foram produzidos no país. Este trabalho tem por objetivo gerar dados para testar dois modelos contrastantes sobre as estratégias de subsistência empregadas por sociedades pré-históricas do Brasil Central, desde o final do Período Pleistoceno (ca. 12.000 anos A.P.) até o final do Holoceno utilizando isótopos estáveis como ferramenta de análise. Para tal foram utilizadas amostras de material ósseo arqueológico humano e faunístico provenientes de duas regiões do Brasil Central: Lagoa Santa e Vale do Peruaçu, Minas Gerais. Deste material foram extraídas amostras de colágeno que foram analisadas em um espectrômetro de massa a fim de obter valores de 13C e 15N. Os resultados obtidos para as populações humanas apontam para uma dieta onívora em ambas, com uma forte tendência ao consumo de recursos vegetais em comparação com as demais espécies analisadas da cadeia trófica. Os indivíduos mais jovens de Lagoa Santa (até 5 anos de idade) apresentaram uma diferença estatística significativa nos valores de 15N quando comparados aos demais indivíduos da mesma região, demonstrando assim uma tendência na população a um prolongamento da amamentação. Foram encontradas também evidências de uma possível alteração climática no Vale do Peruaçu a partir da variação de 15N em Kerodon rupestris no decorrer do Holoceno. O sítio de Santana do Riacho, na região de Lagoa Santa apresentou prováveis indícios da presença de milho com dois indivíduos de Cavia aperea que sinalizaram uma dieta tipicamente consumidora de plantas C4 (média 13C= -12,19 e 15N= 2,63) estatisticamente distinta dos demais indivíduos da amostra, entretanto como o espaço amostral é reduzido mais analises são necessárias para confirmar essa tendência.
  • DOI: 10.11606/D.91.2009.tde-14092009-084156
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Ecologia de Agroecossistemas
  • Data de publicação: 2009-08-25
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.