skip to main content

As formações territoriais na terra indígena Lalima, Miranda/MS: os significados históricos e culturais da fase Jacadigo da tradição pantanal

Bespalez, Eduardo

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Museu de Arqueologia e Etnologia 2014-06-05

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    As formações territoriais na terra indígena Lalima, Miranda/MS: os significados históricos e culturais da fase Jacadigo da tradição pantanal
  • Autor: Bespalez, Eduardo
  • Orientador: Silva, Fabiola Andrea
  • Assuntos: Terra Indígena Lalima/Miranda/Ms/Pantanal; História Indígena; Fase Jacadigo/Tradição Pantanal; Etnoarqueologia; Arqueologia; Ethnoarchaeology; Indigenous History; Jacadigo Phase/Pantanal Tradition; Lalima Indigenous Land/Miranda/Ms/Pantanal; Archaeology
  • Notas: Tese (Doutorado)
  • Descrição: Baseado nas pesquisas arqueológicas e etnoarqueológicas em curso na Terra Indígena Lalima, formada por índios Guaikuru, Terena, Kinikinao e Laiana, em Miranda/MS, no Pantanal, esta tese proporciona outra perspectiva histórica e cultural sobre os registros arqueológicos formados majoritariamente por fragmentos de vasilhas cerâmicas classificados na Fase Jacadigo da Tradição Pantanal. Inicialmente, a Fase Jacadigo foi associada aos indígenas Mbaya-Guaikuru, categorizados como pastores, que se estabeleceram territorialmente na região de Corumbá/MS no período colonial. Sem embargo, as investigações arqueológicas em Lalima - pautadas por atividades de levantamento arqueológico, coleta de materiais em superfície e subsuperfície, datações arqueológicas, análises dos materiais, principalmente cerâmicos, e informações etnográficas de caráter etno-histórico - indicam que a Fase Jacadigo pode estar associada a trajetórias históricas de formação territorial entre os períodos pré-histórico e colonial, por povos indígenas portadores de subsistência mista, conhecedores de técnicas de cultivo, e, porventura, originados, assim como a configuração etnográfica atual, através da interação cultural entre populações chaquenhas e Arawak.
  • DOI: 10.11606/T.71.2014.tde-15102014-154541
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Museu de Arqueologia e Etnologia
  • Data de publicação: 2014-06-05
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.