skip to main content

Estudo de tratamentos fitossanitários na manga (Mangífera indica L.) para exportação

Cruz, Juliana Nunes Da

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares 2010-05-13

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Estudo de tratamentos fitossanitários na manga (Mangífera indica L.) para exportação
  • Autor: Cruz, Juliana Nunes Da
  • Orientador: Sabato, Susy Frey
  • Assuntos: Manga; Radiação Gama; Tratamento Fitossanitário; Gamma Radiation; Mango; Quarantine Treatment
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: O presente trabalho teve como objetivo verificar e comparar o comportamento químico e físico-químico da manga cv. Tommy Atkins submetida aos tratamentos hidrotérmico e a irradiação nas doses 0,4 kGy e 1,0 kGy, a fim de complementar os estudos feitos por SABATO et al (2009) no teste de transporte real de mangas irradiadas do Brasil para o Canadá. Esses estudos permitiram comparar o desempenho da irradiação com o tratamento térmico quanto à preservação das características da manga destinada à exportação. Para tanto as mangas foram divididas em grupos: controle; banho térmico (46°C por 90 min); dose 0,4 kGy e dose 1,0 kGy. Os frutos foram mantidos em câmara fria (11°C ± 2) por 14 dias, e, posteriormente, a temperatura ambiente (23°C ±2) até o fim de sua vida útil. Durante o período de armazenamento a baixa temperatura, as análise foram realizadas em intervalos de 7 dias; e a cada 3 dias, quando mantidos a temperatura ambiente. Os resultados indicaram que a dose de 1,0 kGy foi o único grupo que manteve os frutos com a coloração da casca no estágio 3 durante todo período do experimento, porém promoveu uma maior perda de textura e degradação nos teores de acidez total titulável nos frutos ainda verdes. Notou-se que somente o grupo controle apresentou teores mais altos de ácido cítrico e succínico no último dia de experimento. Não houve diferenças significativas nos valores de sólidos solúveis totais, açúcares totais e avaliação de massa fresca em relação aos tratamentos avaliados. A análise de observação visual indicou que o grupo do banho térmico foi o que obteve o maior número de descarte dos frutos por decomposição com, aproximadamente, 55%. Concluiu-se que a irradiação é mais efetiva para a preservação da qualidade de mangas cv. Tommy Atkins, diminuindo o surgimento de podridões ou murchamento em relação ao tratamento térmico. Entretanto, a preservação da qualidade extrínseca do fruto não é concomitantemente influenciada pelas suas características intrínsecas, uma vez que, internamente, os frutos continuam seu amadurecimento normal, independente da dose aplicada.
  • DOI: 10.11606/D.85.2010.tde-12082011-092015
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares
  • Data de publicação: 2010-05-13
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.