skip to main content

Identidade como fonte de conflito: Ucrânia e Rússia no pós-URSS

Mielniczuk, Fabiano

Contexto Internacional, 01 June 2006, Vol.28(1), pp.223-258 [Periódico revisado por pares]

Texto completo disponível

Citações Citado por
  • Título:
    Identidade como fonte de conflito: Ucrânia e Rússia no pós-URSS
  • Autor: Mielniczuk, Fabiano
  • Assuntos: International Relations ; Segurança Internacional ; Construtivismo ; Ucrânia ; Rússia ; International Security ; Constructivism ; Ukraine ; Russia ; History & Archaeology ; International Relations
  • É parte de: Contexto Internacional, 01 June 2006, Vol.28(1), pp.223-258
  • Descrição: O objetivo principal deste artigo é mostrar que o processo de interação entre Ucrânia e Rússia no pós-URSS origina a identidade social de inimigo, que é a fonte dos conflitos de interesse entre os dois países. Para sustentar o argumento, propõe-se um modelo teórico com base na importância das idéias para a constituição dos interesses e na crença de que os interesses são determinados pelas identidades. Depois, demonstra-se por que a identidade entre os dois países é de inimigo. A reação destes à expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) é utilizada para ilustrar as conseqüências da inimizade. Como as identidades determinam os interesses, as relações entre Estados amigos envolvem interesses comuns, e, entre inimigos, interesses divergentes. Assim, a percepção de ameaça é compartilhada entre amigos e, entre inimigos, o amigo de um se torna o inimigo de outro. Por isso a Ucrânia coopera com a OTAN em busca de proteção, enquanto a Rússia não aceita sua expansão. A fim de evitar que os conflitos entre Ucrânia e Rússia representem uma ameaça à segurança da Europa, é necessário que a identidade construída na interação entre eles seja transformada.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.