skip to main content

Toutes les nuits Todas as noites

Eugene Green; Alain Bellon; Anny Romand; Claude Bonnefoy; Olivier Trémolet; Raphael O'Byrne; Emmanuelle Baude; Charlotte Teillar D'Eyry; Frédéric de Ravignan; Olivier Laurent; Adeline Caron; Brigitte Laurendeau; Pierre Bouillon; Cristina Baraldi; Alexis Loret; Adrien Michaux; Christelle Prot; Anna Bielecka; Claude Merlin; Xavier Denamur; Laurène Cheilan

França Ellabel Productions produção 2001

Localização: ECA - Escola de Comunicações e Artes    (DVD3411 )(Acessar)

  • Título:
    Toutes les nuits Todas as noites
  • Autor: Eugene Green; Alain Bellon; Anny Romand; Claude Bonnefoy; Olivier Trémolet; Raphael O'Byrne; Emmanuelle Baude; Charlotte Teillar D'Eyry; Frédéric de Ravignan; Olivier Laurent; Adeline Caron; Brigitte Laurendeau; Pierre Bouillon; Cristina Baraldi; Alexis Loret; Adrien Michaux; Christelle Prot; Anna Bielecka; Claude Merlin; Xavier Denamur; Laurène Cheilan
  • Assuntos: AMIZADE; AMIGOS; FRANÇA -- SÉCULO 20
  • Notas: Baseado na obra A educação sentimental de Gustave Flaubert
  • Descrição: Jules e Henri são melhores amigos que cresceram juntos em uma pequena cidade de província, no interior da França. Henri muda-se para um pensionato em Paris, onde conhece e se apaixona por Émilie. Embora fosse justamente a esposa do diretor do pensionato, Émilie abandona tudo e parte com Henri para Nova Iorque. Enquanto isso, em sua cidade natal, Jules se apaixona por Lucie, uma jovem atriz de uma trupe teatral que se instalara provisoriamente na cidade. Inicialmente receptiva a Jules, Lucie logo se mostra fria e distante. Jules não tem o mesmo êxito de seu melhor amigo e passa a ter de conviver com a desilusão amorosa. A vida em comum de Henri e Émilie em Nova Iorque é frustrada junto com a derrota da frente revolucionária francesa em maio de 68. Eles voltam para a França após as manifestações de maio e seguem as suas vidas separadamente. Émilie passa um tempo morando com o seu pai no campo e em seguida volta para Paris, aonde se juntará ao movimento feminista MLF. Henri se muda para Aix-en-Provence, onde fará graduação em Direito. Jules, por fim, instala-se provisoriamente em Paris, embora não consiga criar vínculos com as pessoas ao redor. É apenas com Émilié que Jules consegue estabelecer uma interlocução amorosa. A relação dos dois, entretanto, se dá exclusivamente por meio de cartas. Mesmo sem jamais se encontrarem pessoalmente, Jules e Émilie se amarão. Um amor platônico. Os amigos Jules e Henri também seguirão as suas vidas em caminhos diferentes. Henri (mais pragmático) e Jules (idealista) passarão a se encontrar numa frequência cada vez menor. O que era possível antes, enquanto eram ainda jovens provincianos, torna-se a cada dia mais improvável. Henri casa-se com a filha de um diplomata, tem com ela duas filhas e segue uma carreira bem sucedida na Inglaterra.
    Émilie opta por uma vida reclusa no campo. Confia a educação de sua filha (fruto de uma transa com Henri após o término do relacionamento) aos cuidados de seu ex-marido (o diretor do pensionato) e dedica-se exclusivamente à caridade, prestando cuidados médicos aos habitantes da vila de província onde reside. Jules, por fim, gravita entre várias cidades num percurso errante: não se instala em lugar algum e segue vagando pelas ruas. Émilie pede, sempre através de cartas (único meio de contato entre os dois), que Jules visite sua filha na casa de seu ex-marido em Paris. Jules cumpre o pedido de Émilie e vai ao encontro da garotinha. É uma criança de oito anos de idade que vive isolada e muito solitária em seu quarto, sem guardar lembranças vivas de sua mãe (e sem jamais ter visto o pai). Jules identifica-se como sendo amigo de seus pais, mesmo sem jamais ter visto pessoalmente sua mãe. Durante a conversa com a garotinha, insiste que, apesar da ausência de seus pais, ela não devia se sentir sozinha. A garotinha pede então que Jules fale sobre ela para o seu pai. Jules responde que dará o recado “à sua maneira”. Nesse momento, sabemos que ele se refere às cartas. Jules e Henri não se encontram pessoalmente há muitos anos, a única via de contato entre os dois se dá por escrito, por meio de correspondências. Mas, então, como cumprir o pedido da garotinha sem descumprir o que Émilie lhe havia solicitado (isto é, que mantivesse em segredo a existência da criança)? (Trechos retirados da tese)
  • Editor: França Ellabel Productions produção
  • Data de publicação: 2001
  • Formato: 1 DVD (110 min.) col.
  • Idioma: Francês

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.