skip to main content

Arqueologia andina no Vale de Lambayeque um estudo dos contextos cerimoniais, variabilidade cerâmica e estilos arquitetônicos das ocupações do Período Tardio

Marcio Luís Baúso de Figueiredo Márcia Maria Arcuri Suñer

2018

Localização: MAE - Museu Arqueologia e Etnologia    (TESE-MAE v. 2 )(Acessar)

  • Título:
    Arqueologia andina no Vale de Lambayeque um estudo dos contextos cerimoniais, variabilidade cerâmica e estilos arquitetônicos das ocupações do Período Tardio
  • Autor: Marcio Luís Baúso de Figueiredo
  • Márcia Maria Arcuri Suñer
  • Assuntos: CERÂMICA PRÉ-COLOMBIANA -- ESTUDO COMPARATIVO -- ASPECTOS ARQUEOLÓGICOS -- PERU -- BRASIL; ARQUEOLOGIA DA PAISAGEM -- ANDES -- PERU; INCAS -- ASPECTOS RELIGIOSOS -- PERU; CHIMÚ -- ASPECTOS ARQUEOLÓGICOS -- PERU
  • Notas: Tese (Doutorado)
  • Notas Locais: Programa de Pós-graduação em Arqueologia
  • Descrição: Esta pesquisa propõe um estudo dos artefatos provenientes de contextos funerários e rituais relacionados ao período de hegemonia Chimú-Inca na costa norte peruana, nos Andes Centrais, especificamente da região de Lambayeque. Partindo de uma análise sistemática da iconografia de objetos de cerâmica ritual atribuída aos períodos Intermediário Tardio e Horizonte Tardio, este estudo tem por objetivo uma comparação de artefatos pertencentes a algumas coleções de museus, com exemplares e outros dados recuperados de escavações arqueológicas realizadas em contextos controlados nas últimas décadas. Busca diagnosticar e entender as variações estilísticas dos conjuntos cerâmicos em termos de sua morfologia e iconografia. Desta perspectiva, busca contribuir para a discussão sobre a cronologia relativa adotada para a região de Lambayeque. Além da cerâmica, incluímos em nosso estudo o contexto de remodelações arquitetônicas da região, buscando compreender o nível de interação expresso nos estilos da arquitetura cerimonial entre lambayeques, chimús e incas. De forma crítica, esta pretende relacionar os dados arqueológicos com as informações registradas nos documentos históricos do período colonial relativos a história política da área pesquisada. O conteúdo das narrativas sugere constante tensão entre as elites do poder da Costa Norte frente a ideologia estatal cusqueña, enfatizada no culto oficial da divindade solar. Assim, o estudo dos processos de produção, circulação e deposição de artefatos de utilidade ritual, discutidos a partir dos referencias teóricos dos encontros coloniais e das diversas conceitualizações de estilos em Arqueologia permitirá aprofundar o conhecimento sobre tais processos de interações sócioculturais entre as elites lambayecanas e cusqueñas, durante o apogeu incaico nos Andes Centrais.
  • Data de publicação: 2018
  • Formato: 2 v..
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.