skip to main content

Regras operativas e análise de desempenho de sistemas de reservatórios obtidas por modelos de programação dinâmica, redes neurais e simulação em rede de fluxo

Camila Billerbeck Arisvaldo Vieira Mello Junior 1967-

2018

Localização: EPBC - Esc. Politécnica-Bib Central    (FD-7234 versão corr. )(Acessar)

  • Título:
    Regras operativas e análise de desempenho de sistemas de reservatórios obtidas por modelos de programação dinâmica, redes neurais e simulação em rede de fluxo
  • Autor: Camila Billerbeck
  • Arisvaldo Vieira Mello Junior 1967-
  • Assuntos: SISTEMAS DE RESERVATÓRIOS -- DESEMPENHO; RESERVATÓRIOS -- OTIMIZAÇÃO
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Notas Locais: Programa Engenharia Civil
  • Descrição: A metodologia apresentada neste trabalho contempla os aspectos relevantes para o desenvolvimento de modelos de otimização e de simulação combinados visando a análise de sistemas de reservatórios, e de regras operativas. Foram propostas quatro regras operativas para o Sistema Cantareira (SC), baseadas em uma série de afluências críticas (2003 - 2017). O trabalho foi desenvolvido em três etapas. Na primeira etapa foi utilizado um modelo de programação dinâmica (PD) para otimizar o comportamento do SC com relação ao atendimento das principais demandas. Na segunda etapa duas redes neurais artificiais (RNA) foram utilizadas para se obter as regras operativas para o SC, a partir dos resultados da primeira etapa. O modelo de PD foi calculado com o software CSUDP, e a RNA foi formulada e calculada com o solver padrão do Microsoft Excel. As regras obtidas foram baseadas em estados, ou faixas, de armazenamento do reservatório. Na terceira etapa, as regras operativas foram simuladas para a série histórica do SC, de 1930 a 2017, com auxílio do modelo de rede de fluxo AcquaNet. O trabalho fornece subsídios para aplicações de modelos de otimização e para obtenção de políticas de operação em sistemas de reservatórios. A comparação das regras operativas fornece informações relevantes a respeito dos impactos dos estados de armazenamento considerados e dos valores requeridos para as demandas, na operação do reservatório ao longo da série. A Regra operativa 1 destaca-se por seu desempenho, fornecendo vazões de 33 m³/s com 80% de garantia para a região metropolitana de São Paulo (RMSP), e com menores falhas no atendimento às demandas durante para a série histórica.
  • Data de publicação: 2018
  • Formato: 84 p.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.