skip to main content
Tipo de recurso Mostra resultados com: Mostra resultados com: Índice

Diagnóstico de lipodistrofia no paciente soropositivo para HIV proposta de um modelo antropométrico derivado da estratégia Phantom

André Pereira dos Santos Anderson Marliere Navarro

2014

Localização: FMRP - Fac. Medicina de Ribeirão Preto    (Santos, André Pereira dos )(Acessar)

  • Título:
    Diagnóstico de lipodistrofia no paciente soropositivo para HIV proposta de um modelo antropométrico derivado da estratégia Phantom
  • Autor: André Pereira dos Santos
  • Anderson Marliere Navarro
  • Assuntos: TECIDO ADIPOSO; HIV; ANTROPOMETRIA
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: Introdução: A Síndrome Lipodistrófica do HIV (SLHIV) é o conjunto das alterações morfológicas e metabólicas que geralmente acomete pacientes soropositivos para HIV em uso da Terapia Antirretroviral (TARV). As alterações morfológicas, como a lipohipertrofia central e a lipoatrofia periférica, são diagnosticadas na área clinica de forma subjetiva ou por métodos indiretos de análise da composição corporal. Essa desarmonia na distribuição da gordura corporal foge aos padrões naturais, não havendo um método objetivo, de fácil acesso e baixo custo operacional para o diagnóstico e monitoramento dessa condição em pacientes com lipodistrofia. Objetivo: Diagnosticar a lipodistrofia em membros superiores e inferiores e no tronco a partir de um modelo morfológico referencial "Phantom" em pacientes soropositivos para HIV. Casuística e Métodos: Foram medidos perímetros corporais (PERI) de ombro (Ob), peito (Pt), cintura (Cin), abdome (Ab) e quadril (Qd). Em ambos os lados, braço estendido (Br est) e contraido (Br con), antebraço (Ant), punho (Pun), coxa média (Cx), panturrilha medial (Pm) e tornozelo (Tz). Dobras cutâneas (DC) tricipital (Tri), subescapular (Se), supra Maca (Si), abdominal horizontal (Abh), coxa média (Cx) e panturrilha medial (Pm). Foi efetuada uma varredura de corpo total por técnica absorciométrica (DXA) em 106 pacientes soropositivos para HIV, sendo 65 do sexo masculino e 41 do sexo feminino - todos em atendimento no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. O modelo de proporcionalidade corporal Phantom foi utilizado como referência para o cálculo do índice Z (IZ) para cada medida antropométrica. Para verificar o tamanho do efeito da lipodistrofia nas medidas antropométricas originais e de IZ, foi calculado o “effect size” (COHEN, 1988). Curvas ROC foram utilizadas para estabelecer pontos de corte para as
    medidas antropométricas originais e de IZ que tiveram diferenças entre os grupos lipodistrofia e não lipodistrofia em p<0,01 e área sob a curva maior que 70%. Resultados: Para o sexo masculino, em dez medidas originais, foram estabelecidos pontos de corte. E, no sexo feminino, em sete medidas originais. Em 12 medidas de IZ, foram estabelecidos pontos de corte para o sexo masculino e para o sexo feminino em oito medidas de IZ. Foram observadas três medidas a mais de IZ e um maior efeito da lipodistrofia nas medidas de IZ comparadas às medidas originais, indicando que as medidas de IZ distinguem melhor a desarmonia corporal. Na maioria das medidas antropométricas, o produto da multiplicação entre a sensibilidade e a especificidade do ponto de corte foi maior nas medidas de IZ comparadas às medidas originais. Essa informação pôde ser interpretada ao observar um maior acordo entre as medidas de IZ e o diagnóstico subjetivo; em média, dois pacientes a mais em relação à medida original em ambos os sexos. Conclusão: A estratégia Phantom identifica melhor a desarmonia corporal e permite o diagnóstico para a lipodistrofia nos segmentos corporais de maneira objetiva e com baixo custo operacional. Ainda, possibilita o acompanhamento da composição corporal frente às intervenções e à própria condição patológica do paciente.
  • Data de publicação: 2014
  • Formato: 118 p anexos.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.