skip to main content

Biodiversidade de cianobactérias e algas das represas Billings (Braço Taquacetuba) e Guarapiranga, SP, Brasil

Luciano Luna Rodrigues Celia Leite Sant'Anna

2008

Localização: IB - Instituto de Biociências    (M-1373 EX.REVISADO )(Acessar)

  • Título:
    Biodiversidade de cianobactérias e algas das represas Billings (Braço Taquacetuba) e Guarapiranga, SP, Brasil
  • Autor: Luciano Luna Rodrigues
  • Celia Leite Sant'Anna
  • Assuntos: ALGAS AQUÁTICAS; FITOPLÂNCTON; REPRESAS -- GUARAPIRANGA (SP)
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: A biodiversidade de cianobactérias e algas fitoplanctônicas foi estudada em duas das maiores represas da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP): Billings e Guarapiranga, que fornecem água para o abastecimento de milhões de pessoas. As amostras foram coletadas bimensalmente, em pontos próximos à captação da Sabesp, durante o período de janeiro/2004 a dezembro/2004. As amostras foram filtradas com rede de plâncton de 20m de abertura de malha, preservadas em formol e depositadas no Herbário do Instituto de Botânica (SP). Foram identificados, descritos e ilustrados, 84 táxons para as represas Billings (Braço Taquacetuba) e Guarapiranga, sendo: 36 de Chlorophyceae (43%); 17 de Cyanobacteria (20%); 13 de Euglenophyceae (15,5%); 7 de Bacillariophyceae (8,5%); 5 de Zygnematophyceae (6%); 3 de Xantophyceae (3,5%); 2 de Dinophyceae (2,5%) e 1 de Chrysophyceae (1%). Vinte e três táxons foram considerados como primeiras referências para as represas estudadas. Nove espécies de cianobactérias potencialmente tóxicas foram identificadas para as duas represas. O resultado do índice de similaridade de Sörensen apontou alta similaridade entre as floras fitoplanctônicas de ambas as represas
  • Data de publicação: 2008
  • Formato: 197 p. il.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.