skip to main content

Estudo da estabilidade termica de suspensões orais de cefalexina

Martin Steppe Erika Rosa Maria Kedor-Hackmann

2000

Localização: CQ - Conjunto das Químicas    (T 615.19015 S837e )(Acessar)

  • Título:
    Estudo da estabilidade termica de suspensões orais de cefalexina
  • Autor: Martin Steppe
  • Erika Rosa Maria Kedor-Hackmann
  • Assuntos: MEDICAMENTO; ANTIBIÓTICOS (QUIMIOTERAPIA FARMACOLOGIA)
  • Notas: Tese (Doutorado)
  • Descrição: Avaliou-se a estabilidade térmica de uma suspensão oral produzida pelo laboratório do estado de São Paulo (furp) com objetivo de determinar o prazo de validade e identificar os principais produtos de degradação. Paralelamente, uma formulação simulada, contendo os mesmos constituintes da preparação proveniente da 'furp' foi preparada. O percentual de cefalexina foi determinado através do ensaio microbiológico, da cromatografia a líquido de alta eficiência e eletroforese capilar. A análise da variância dos métodos analíticos não demonstrou diferença significativa para os valores percentuais de cefalexina para um p<0,05. As amostras de suspensão reconstituída apresentaram perfil cinético de degradação de primeira ordem. O tempo de vida útil, calculado com base na cinética de primeira ordem, apresentou valores de 6,19 e 7,23 dias para as amostras de suspensão reconstituída simulada e comercial. As amostras reconstituídas submetidas à degradação térmica indicaram a formação de dois produtos de degradação majoritários: a 3-aminonmtileno-6-fenilpiperazino-2,5-diona e a 3-mdroxi-4-meth--2(5h)-tiofenoma
  • Data de criação/publicação: 2000
  • Formato: 220 p.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.