skip to main content
Tipo de recurso Mostra resultados com: Mostra resultados com: Índice

Bioecologia de phyllophaga cuyabana (moser, 1918) (coleoptera scarabaeidae), praga do sistema radicular da soja (glycine max (l.) Merrill, 1917)

Braulio Santos José Roberto Postali Parra

1992

Localização: ESALQ - Biblioteca Central    (SANTOS, B. )(Acessar)

  • Título:
    Bioecologia de phyllophaga cuyabana (moser, 1918) (coleoptera scarabaeidae), praga do sistema radicular da soja (glycine max (l.) Merrill, 1917)
  • Autor: Braulio Santos
  • José Roberto Postali Parra
  • Assuntos: ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA; PLANTAS OLEAGINOSAS; COLEOPTERA
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: Foram realizados estudos bioecologicos de phyllophaga cuyabana (moser, 1918) (coleoptera: scarabaeidae). Foram realizados estudos no campo e no laboratorio no departamento de entomologia da esalq/usp. No campo determinou-se o ciclo univoltino do inseto. Os ovos foram colocados predominantemente ate 10cm de profundidade em novembro e dezembro. A fase larval com tres instares ocorreu desde novembro ate setembro e pode ser dividido em dois periodos: fase ativa e de diapausa, que ocorreu no terceiro instar, caracterizada pelo acumulo de lipidios totais e diminuicao do metabolismo respiratorio. A fase de pupa ocorreu em setembro e outubro. Os adultos fizeram revoadas noturnas em novembro. Em laboratorio o periodo de incubacao foi afetado pela temperatura, decrescendo com o aumento desta. As exigencias termicas foram de 195,9 gd e a temperatura base de 13,1 gc. O periodo de pupa foi afetado pela umidade do solo. As revoadas ocorreram durante 12 dias. A capacidade de postura foi de 8,8 ovos por femea. Os adultos foram mais atraidos pela luz amarela. A luz inibiu os adultos de sairem do solo
  • Data de publicação: 1992
  • Formato: 111p.
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.