skip to main content

Potencial metabólico de fungos endofíticos de plantas do gênero Anthurium da Ilha de Alcatrazes

Sartori, Sergio Birello

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz 2016-10-07

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Potencial metabólico de fungos endofíticos de plantas do gênero Anthurium da Ilha de Alcatrazes
  • Autor: Sartori, Sergio Birello
  • Orientador: Lira, Simone Possedente de
  • Assuntos: Produtos Naturais; Ms-Maldi-Tof; Leishmaniose; Fitopatógenos; Penicillium; Aureobasidium; Leishmaniose; Penicillium; Ms-Maldi-Tof; Natural Products; Plant Pathogens; Aureobasidium
  • Notas: Tese (Doutorado)
  • Descrição: Fungos endofíticos estão presentes em plantas de diversos ambientes e produzem compostos com amplas propriedades químicas e aplicações, tanto na área médico-farmacológica quanto na agronômica. Entretanto, ainda há muito a ser investigado sobre seu potencial biotecnológico, principalmente em locais pouco explorados. As ilhas apresentam um ambiente particular e altamente vulnerável, tornando-as locais promissores na busca de organismos pouco comuns ou ainda endêmicos. Sendo assim, neste trabalho foi realizado o isolamento e estudo químico e biológico de fungos endofíticos isolados de 2 espécies plantas do gênero Anthurium da Ilha de Alcatrazes-SP. Para isto, fragmentos foliares das plantas A. loefgrenii (HRCB 46467) e A. alctrazense (HRCB 46465 - endêmica da ilha) foram inoculados em 10 meios de cultivo com diferentes composições, resultando no isolamento de 106 fungos endofíticos. Por meio de análises químicas por MALDI-TOF-MS e ensaio biológico contra fitopatógenos, foram selecionados 3 fungos para estudo. Estes foram identificados por técnicas morfológicas e moleculares como sendo Penicillium citrinum (P2MSF2F3), Penicillium simplicissimum (P210-4F2) e Aureobasidium melanogenum (P7AF2F3). No estudo dos metabólitos secundários de P. citrinum foi isolado o composto citrinina, o qual apresentou atividade inibitória do crescimento micelial dos fitopatógenos Colletotrichum gloeosporioides (MIC= 125 μg mL-1), Colletotrichum lindemuthianum (MIC= 0,48 μg mL-1), Phomopsis sojae (MIC= 250 μg mL-1) e Fusarium oxysporum f. sp. phaseoli (MIC= 125 μg mL-1). Outras frações obtidas do meio metabólico de P. citrinum (fração F3a3 e citrinina) apresentaram atividade inibitória (100% de inibição) à formas promastigotas de Leishmania infantum. No estudo dos metabólitos secundários de P. simplicissimum foi obtida a fração F2b, ativa contra L. infantum (100% de inibição), da qual foram isolados os compostos andrastina A e penicisoquinolina, sendo o primeiro relato de sua produção por esta espécie, além de outros 5 compostos ainda não identificados. No estudo dos metabólitos secundários de A. melanogenum foi isolado o composto metil-orselinato, relatado pela primeira vez para este fungo. Do mesmo fungo foi obtida a fração F1d2l ativa contra L. infantum (100% inibição), da qual foram isolados 2 compostos ainda não identificados. Este é o primeiro relato de fungos isolados de antúrios da ilha de Alcatrazes, bem como do estudo de seus metabólitos secundários. Este trabalho apresenta contribuição no conhecimento sobre fungos endofíticos e seu potencial metabólico, com aplicações nas áreas agronômica e médico-farmacológica.
  • DOI: 10.11606/T.11.2016.tde-29112016-141525
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
  • Data de criação/publicação: 2016-10-07
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.