skip to main content

Associação de aditivos microbianos na ensilagem e o desempenho de vacas em lactação recebendo silagem de cana-de-açúcar comparada a volumosos tradicionais

Queiroz, Oscar Cezar Müller

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz 2006-08-25

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Associação de aditivos microbianos na ensilagem e o desempenho de vacas em lactação recebendo silagem de cana-de-açúcar comparada a volumosos tradicionais
  • Autor: Queiroz, Oscar Cezar Müller
  • Orientador: Nussio, Luiz Gustavo
  • Assuntos: Uréia; Silagem; Ração; Leite – Produção; Lactobacillus; Lactação Animal; Fermentação Alcoólica Anaerobia; Ensilagem; Cana-De-Açúcar; Alimentos Volumosos; Corn Silage; Milk Production; Ldiolivorans; L Buchneri; Urea; 1; 2-Propanediol
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de aditivos químicos, microbianos e a associação destes sobre a dinâmica fermentativa e a estabilidade aeróbia de silagens de cana-de-açúcar, além de avaliar o desempenho de vacas leiteiras de alto potencial produtivo recebendo rações com diferentes fontes de volumosos. No primeiro experimento silagens de cana-de-açúcar foram confeccionadas em silos laboratoriais de 20L, contendo válvula para escape de gases e coleta de efluente. O experimento seguiu o delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial sendo constituído por dois períodos de abertura (80 e 140 dias) com 8 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos avaliados foram: uréia 1%MV, 1,2- propanodiol 1%MS (1,2 p), L. L. buchneri 5x104 ufc/g (Lb), L. diolivorans em duas concentrações 1x105 ufc/g (Ld 105 e 1x10 6 ufc/g (Ld 106), L. diolivorans 1x106 ufc/g + L.buchneri 5x104 ufc/g (Ld+Lb) e 1,2-propanodiol 1%MS + L. diolivorans 1x 106 ufc/g (1,2 p+Ld 106). Após abertos os silos foram realizadas avaliações de estabilidade aeróbia em sala com ambiente controlado. Os tratamentos contendo L. diolivorans mais 1,2- propanodiol ou L. diolivorans mais L. buchneri apresentaram os menores valores de perda total de matéria seca 20,42% e 23,73%, respectivamente. Ambos tratamentos também resultaram nos menores teores de etanol, 2,1% e 3,93% da MS, e de perdas gasosas, 20,36% e 20,62%. Tanto para FDN quanto FDA, foram observados valores menores para os tratamentos contendo uréia, 1,2-p + Ld 106 Ld + Lb e Ld 105. Quanto à estabilidade aeróbia houve diferenças entre os períodos de abertura, sendo de 48,03h aos 140 dias e de 31,35h aos 80 dias. O microrganismo L. diolivorans se constituiu em uma alternativa capaz de trazer benefícios quanto às perdas fermentativas e composição bromatológica em silagens de cana-de-açúcar. O segundo experimento avaliou o desempenho de vacas recebendo rações contendo diferentes fontes de volumosos: cana-de-açúcar in natura, silagem de cana-de-açúcar inoculada com L. buchneri silagem de milho e proporções equivalentes de silagem de milho e cana-deaçúcar in natura (50:50). O experimento contou com 48 vacas Holandesas em estágio intermediário de lactação, distribuídas em múltiplos quadrados latinos 4x4 com períodos de 21 dias, sendo 14 dias de adaptação e 7 dias de coleta de amostras. Além da avaliação de desempenho, foram realizadas análises de composição bromatológica dos alimentos e do leite, e avaliações do comportamento ingestivo dos animais e da estabilidade aeróbia dos volumosos e das rações. Os dados de desempenho mostraram diferenças na ingestão de MS, com maiores valores observados para o tratamento silagem de cana-de-açúcar (23,5 kg/dia) e a mistura cana-de-açúcar mais silagem de milho (23,5 kg/dia). Todas as rações resultaram em produções elevadas de leite (22,65 kg/dia) as quais não diferiram entre si. A composição do leite variou somente para o teor de gordura, sendo maior para a silagem de milho (3,61%) e a mistura com cana (3,48%). A silagem de cana-de-açúcar mostrou-se como alternativa interessante frente à cana-de-açúcar in natura, e que ambas podem proporcionar elevadas produções desde que as rações sejam corretamente balanceadas.
  • DOI: 10.11606/D.11.2006.tde-05102006-142405
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
  • Data de publicação: 2006-08-25
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.