skip to main content

Estudo clínico sobre o efeito da administração de doxorrubicina no sarcoma de aplicação em felino

Carneiro, Carolina Scarpa

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia 2006-12-18

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Estudo clínico sobre o efeito da administração de doxorrubicina no sarcoma de aplicação em felino
  • Autor: Carneiro, Carolina Scarpa
  • Orientador: Matera, Julia Maria
  • Assuntos: Tomografia Computadorizada; Sarcoma De Aplicação; Quimioterapia; Doxorrubicina; Felina; Injection-Site Sarcoma; Feline; Doxorrubicin; Computed Tomography; Chemotherapy
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: O sarcoma de aplicação felino (SAF) tornou-se um grande desafio para a Medicina Veterinária atual. Sua primeira descrição foi em 1991 e desde então inúmeros estudos estão sendo realizados objetivando a elucidação da etiologia e etiopatogenia do SAF. Esta pesquisa avaliou a eficácia do protocolo quimioterápico em SAF em dois grupos de animais: grupo I - com procedimento cirúrgico; grupo II - sem procedimento cirúrgico; avaliando a sobrevida destes pacientes. O diagnóstico de sarcoma de aplicação foi obtido através do histórico clínico de vacinação ou administração prévia no local do aparecimento do nódulo/formação inicial e da colheita de material para citologia, histopatologia e/ou imunohistoquímica. O diagnóstico de sarcoma de aplicação operável ou não foi proposto pelo pesquisador ao analisar os exames complementares, o estado geral do animal e pela avaliação das imagens da tomografia computadorizada. Os pacientes, nos quais o procedimento cirúrgico não foi viável, receberam como tratamento somente a aplicação de quimioterápico e para os operáveis após o procedimento cirúrgico foi instituído também o mesmo protocolo de quimioterapia. As imagens provindas da tomografia computadorizada também foram utilizadas na avaliação da resposta tumoral, redução ou manutenção do volume inicial, aos protocolos de tratamento instituídos. Para realização do projeto foram utilizados 12 felinos, encaminhados ao Serviço de Cirurgia de Pequenos Animais do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. A partir do diagnóstico de sarcoma de aplicação não-operável, deu-se início ao protocolo quimioterápico de doxorrubicina não-encapsulada, na dose de 1 a 1.5mg/kg, intravenosa, a cada 21 dias, num total de quatro aplicações. E para os animais operados o protocolo de quimioterapia foi iniciado no 10º dia de pós-operatório. Antes de cada administração de quimioterapia foram realizados exames laboratoriais para verificar a condição clínica do paciente e as alterações oriundas do uso da quimioterapia, que pudessem impedir a aplicação no momento. O exame tomográfico foi passível de ser realizado em sete animais. A diferença da medida do volume tumoral pela tomografia foi estatisticamente significante em relação ao exame físico. Obteve-se melhor planejamento cirúrgico pela avaliação conjunta do exame físico e tomográfico.
  • DOI: 10.11606/D.10.2006.tde-06032007-175245
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
  • Data de publicação: 2006-12-18
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.