skip to main content

Território, cidade e rede: o papel de Rondonópolis na expansão da soja no Cerrado Mato-Grossense

Silva, Elias Da

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas 2010-01-14

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    Território, cidade e rede: o papel de Rondonópolis na expansão da soja no Cerrado Mato-Grossense
  • Autor: Silva, Elias Da
  • Orientador: Suzuki, Julio Cesar
  • Assuntos: Cidade; Território; Soja; Rondonópolis; Rede; Rondonopolis; Soil; Net; City; Territory
  • Notas: Tese (Doutorado)
  • Descrição: A presente pesquisa tem como objetivo analisar o papel da cidade de Rondonópolis no processo em rede de expansão territorial da soja no cerrado mato-grossense, particularmente no sudeste do estado, desde suas pré-condições à atualidade, buscando como pressupostos dos processos constituidores a herança histórico/territorial, econômica e localizacional que vem se estruturando ao longo de mais de 3 décadas, iniciado no período de 1970, mais especificamente, a partir de meados deste, qual ocorreram as mudanças político/territorial/local/global mediadas pelas mudanças socioeconômicas brasileiras. Assim, a tese está fundada no período em que se deu a divisão do estado, cuja situação colocou Rondonópolis e região em posição privilegiada, passando de área secundária a prioritária para a soja, situação cujas bases podem ser atribuídas à herança histórica de apropriação territorial e produção agropecuária iniciada no período 1950/1960. Nesse sentido, justifica-se nosso caminho teórico-metodológico que nos permitiu ver e compreender melhor a realidade atual, qual seja, o da busca da herança histórico/geográfica na produção da localização, visando os processos localmente (re)construídos em suas especificidades. Deve-se considerar o papel do Estado como imprescindível no processo de desenvolvimento da soja: sua introdução, consolidação e diversificação, seja produzindo o território e/ou como parceiro no processo de construção das infraestruturas e constituição desse ambiente produtivo. O impulso modernizador e urbanizador inaugurado com chegada da soja, a partir de suas pré-condições, ao atribuir posição de destaque a Rondonópolis no contexto da modernização agrária do cerrado mato-grossense, a partir da sua região, fez surgir cidades a partir da soja, especialmente Primavera do Leste e Campo Verde, como dois fortes e característicos exemplos que representam seu surto modernizador cidade/campo, resultando no processo de valorização territorial, cuja paisagem, sobretudo a urbana, demonstra de forma característica as contradições socioespaciais da lógica da acumulação capitalista com base na propriedade da terra, concomitantemente à exclusão de grande parte da população do direito desta. O processo, assim, é marcado pela (re) estruturação desta cidade no âmbito de atendimento da demanda de produção e expansão da soja numa atribuição de progressiva importância local, regional e até extra-regional, destacando como situações inerentes ao seu papel: o mercado de trabalho, a pesquisa e tecnologia, a indústria, comércio e serviços especializados, o marketing como discurso, as atribuições em perspectivas e a gestão política da localização, esta última, perpassando as demais, uma vez que significa a força da elite local, de forma que Rondonópolis está sendo promovida cabeça de rede urbana desse modelo econômico implantado no cerrado mato-grossense conhecido como complexo da soja. A gestão política da localização, na atualidade e, em perspectiva, é exercida no sentido do adensamento da logística dos transportes rodo/ferroviário com todo o incremento de investimentos que já são vislumbrados. Palavras-Chaves
  • DOI: 10.11606/T.8.2010.tde-04022010-112811
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
  • Data de publicação: 2010-01-14
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.