skip to main content

A honra, a glória e a morte na Ilíada e na Odisséia

Pacheco, Antonio De Pádua

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas 2009-05-11

Acesso online. A biblioteca também possui exemplares impressos.

  • Título:
    A honra, a glória e a morte na Ilíada e na Odisséia
  • Autor: Pacheco, Antonio De Pádua
  • Orientador: Pires, Francisco Murari
  • Assuntos: Condição Humana - Condição Divina; Honra; Ilíada; Morte; Morte - Vida Depois Da Morte; Glória; Odisséia; Processos Funerários; Ideal Guerreiro-Heróico; Odyssey; Iliad; Human Condition - Divine Condition; Honor; Heroic Ideal; Glory; Funerals Processes; Death - Life After Death; Death; Warrior Ideal
  • Notas: Dissertação (Mestrado)
  • Descrição: Verifica e analisa o encadeamento ideológico utilizado por Homero para ordenar as mortes dos principais heróis gregos do ciclo épico; o ideal guerreiro da bela morte e o ideal heróico da glória imperecível; o destino do homem comum e o destino do herói; a vontade de Zeus e o plano de Zeus; a morte dos heróis; os jogos fúnebres, registrados na Ilíada e na Odisséia. Para a coleta dos dados utiliza-se de leitura sistemática, abrangendo textos de autores antigos e de autores contemporâneos, verificando o comportamento dos helenos do período Homérico diante da morte. Aponta como principais resultados: há um encadeamento ideológico que liga as mortes dos principais heróis homéricos, tecido pelo poeta e baseado no ciclo épico; há um plano de Zeus para eliminar os principais heróis porque as mortes destes heróis causam sofrimento nos deuses; as crenças na vida depois da morte e os processos funerários adotados pelos gregos do período Homérico ainda estavam em formação; os antigos gregos não mantinham uma crença sistemática em uma idéia de ressurreição da alma ou em uma idéia de vida pós-morte. Conclui que há uma diretriz ideológica que ordena a trama épica nos poemas homéricos; esta ordenação leva os heróis a cumprirem seus destinos, seguindo um encadeamento que leva em consideração o grau de honra e excelência guerreira; os ritos fúnebres dos gregos do período Homérico estavam se consolidando e Homero colaborou neste processo de consolidação, que já estava concretizado no período Clássico.
  • DOI: 10.11606/D.8.2009.tde-19022010-160742
  • Editor: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP; Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
  • Data de criação/publicação: 2009-05-11
  • Formato: Adobe PDF
  • Idioma: Português

Buscando em bases de dados remotas. Favor aguardar.